Responsive Ad Slot

SCS Quadra 3, Bloco A, Entrada A/B, Lote 40
70303-901 - Edifício Planalto, Sala 106
(61) 3347-6110
Últimas Notícias

Termografia ao alcance de todos

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Tecnologia está sendo usada para prevenir incêndios e economizar energia

Em tempos de apagões e altas frequentes na tarifa, todos os esforços estão concentrados na economia de energia. Nesse sentido, a tecnologia é um grande aliado. Uma delas é a termografia, que surgiu durante a Segunda Guerra Mundial, quando os alemães desenvolveram um sistema de visão noturna, utilizando sensores infravermelhos de calor para detectar tropas inimigas.

Hoje esta tecnologia está disponível para outros fins. Com uma câmara termográfica, especialistas analisam quadros energia, motores, geradores, aparelhos de ar-condicionado, ou simples fios elétricos. O resultado é um diagnóstico que mostra falhas no sistema elétrico, como perdas de energia e riscos de incêndio.

Termografia01A manutenção de redes e equipamentos elétricos com o uso da termografia é chamada preditiva. Visa antecipar-se ao problema, reduzindo os riscos e os gastos. Recentemente a técnica passou a ser usada em aeroportos de países com registros de ebola. Câmaras termográficas medem a temperatura de todos os passageiros e levam aqueles que estejam com temperatura corporal superior a 38ºC para fazer exames específicos da doença.
A prevenção é o grande segredo da termografia. Em um condomínio, localizado em Águas Claras, a medição constatou algumas falhas que poderiam estar gerando prejuízos de até R$ 1.500 mensais. O motor do elevador de um dos prédios possui fios com aquecimento de até 70ºC. Isto pode causar problemas mais graves, como a queima da placa de comando do equipamento, curto-circuito e até incêndio. Com a descoberta precoce do problema, o condomínio terá um gasto de R$ 5 para trocar os cabos, caso queimasse a placa o prejuízo chegaria a R$ 6.500.

Especialista termografia, Marco Oliveira comemora a chegada da tecnologia ao dia a dia da população. “Criar uma cultura de prevenção de riscos é um grande avanço no combate a incêndios e gastos indevidos com energia elétrica e gás de cozinha”. De acordo com Oliveira, 90% dos incêndios são causados por curtos-circuitos e quase todos eles poderiam ser evitados, assim como aqueles causados por vazamentos de gás de cozinha, que também são detectados pela termografia.

Burocracia

Ter uma câmara termográfica é mais complicado do que se imagina. Além do preço que varia de R$ 10 mil a R$ 150 mil, não é qualquer um que pode possuí-la. Quem rege as leis da termografia é a Agência de Inteligência Norte-Americana (CIA). É preciso convencê-los de que o uso será estritamente civil e estar sempre atento a qualquer aparição surpresa de um agente americano para averiguar o aparelho e o fins aos quais ele está servindo.

SAIBA MAIS

Todo corpo com temperatura acima de -275,15°C, o zero absoluto, irradia calor devido à movimentação das suas moléculas. A termografia é uma técnica para medir esse calor. Utilizando-se de um algoritmo, a “câmera termográfica” detecta e mensura o calor, ou radiação infravermelha, e o transforma em imagem.

Cada vez mais as pessoas se preocupam com a escassez e os custos da energia elétrica e já começam a implementar diversas ações para diminuir desperdícios, tais como: uso de lâmpadas fluorescentes e fotocélulas, sensores de iluminação, limpeza de filtros do ar-condicionado, dentre outras.

Mas, existem perdas imperceptíveis que só a manutenção termográfica é capaz de detectar.


Fonte: BSB Capital
Não deixe de ver!