Responsive Ad Slot

Contato: (61) 98132-6718
sintecdf @ gmail . com
Últimas Notícias

Sr. Síndico, contrate um técnico com registro profissional

Publicado domingo, 30 de outubro de 2016

domingo, 30 de outubro de 2016

Por Emerson F. Tormann*

Na área da engenharia, técnicos de nível médio, com registro no conselho de engenharia e agronomia - CREA, estão capacitados para atender todas as necessidades do condomínio


Sr. Síndico, contrate um técnico com registro profissional CREA para seu condomínio - Foto: Emerson F. Tormann

Técnicos industriais de nível médio, Lei Nº 5.524, de 05 de novembro de 1968, podem atuar em diversas atividades de engenharia. Desde a execução de pequenas obras até manutenção de embarcações enormes para transporte de cargas interoceânicas. Compreendem conhecimento tecnológico associado a infraestrutura e processos mecânicos, elétricos e atividades produtivas. Abrangendo proposição, instalação, operação, controle, intervenção, manutenção, avaliação e otimização de múltiplas variáveis em processos, contínuos ou discretos.

No ambiente condominial não poderia ser diferente. O síndico pode contar com a assessoria e a assistência técnica de profissionais formados em mecânica, eletrotécnica, edificações, química, telecomunicações, eletrônica, agricultura e etc.. Esses profissionais são capazes de realizar serviços dirigidos para área da construção civil, tais como: substituição de esquadrias, recuperação de pedras, restauração de fachadas, vedação de fachadas contra água e ar, manutenção preventiva e/ou corretiva, serviços de encanador, eletricista, serralheiro e afins.

Geralmente são trabalhadores muito práticos, devido ao escopo de sua formação acadêmica, e que podem auxiliar o síndico na manutenção predial. Os técnicos de nível médio e com registro no CREA estão habilitados para atender os equipamentos que compõem o conjunto de recursos da edificação e sofrem desgaste com o uso, necessitando de reparos que exigem o conhecimento de um técnico industrial.

O síndico ou gestor condominial é responsável por manter em perfeito funcionamento quadros elétricos, motores ou bombas, elevadores, sistemas de gás, rede hidráulica, de esgoto, caixas d'água, pára-raios e sistema de SPDA, sistema de combate à incêndios, alarmes, cercas eletrificadas, antenas coletivas para TV digital, sistemas de automação para eficiência energética, iluminação, bem como a própria estrutura da edificação. 

Sendo assim, é obrigatório que esse síndico contrate um técnico especialista para cada problema a ser resolvido. Por exemplo: se houver um vazamento ou uma infiltração basta chamar o Técnico em Edificações ou o Técnico em Saneamento e esse profissional resolverá o problema. 

Como a gama de conhecimentos é diversificada, há a necessidade das atribuições e responsabilidades do técnico estarem de acordo com a legislação vigente. Dessa forma, poderá ser mais viável para o síndico contratar uma empresa a qual atenda todas as áreas do condomínio. Preferencialmente composta exclusivamente por técnicos industriais de nível médio.

Para cada problema específico, um técnico estará disponível para aplicar a solução. Vejamos:

  • Projeto de reforma de fachada: Técnico em Edificações
  • Pastilhas que descolam da fachada: Técnico em Edificações
  • Reforma de pisos e paredes: Técnico em Edificações
  • Adequação às normas de acessibilidade: Técnico em Edificações
  • Impermeabilização de lajes, caixas d'água e cisternas: Técnico em Edificações
  • Manutenção de elevadores: Técnico em Mecânica e Técnico em Eletrônica
  • Modernização de elevadores: Técnico em Mecânica e Técnico em Edificações
  • Instalação de aparelho de ar-condicionado (split): Técnico em Refrigeração / Climatização, Técnico em Mecânica e Técnico em Eletrônica
  • Teste de estanqueidade ou vazamento de gás: Técnico em Mecânica
  • Individualização de hidrômetros: Técnico em Edificações e Técnico em Saneamento
  • Vazamentos e infiltrações: Técnico em Saneamento e Técnico em Edificações
  • Atualização e reforma de quadros elétricos: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Inspeção e laudo de SPDA e aterramento: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Instalação de dispositivo residual - DR: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Instalação de chuveiros: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Projeto e instalação de automação: Técnico em Eletrônica
  • Manutenção de alarmes e sistemas de combate a incêndio: Técnico em Eletrônica
  • Projeto e instalação de antena coletiva: Técnico em Telecomunicações e Técnico em Eletrônica
  • Medir a eficiência energética do condomínio: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Instalação de proteção contra surtos de tenção e descargas elétricas - DPS: Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletrônica
  • Projeto, instalação e manutenção de sistema de energia solar fotovoltaica: Técnico em Eletrotécnica, Técnico em Eletrônica e Técnico em Mecânica
  • Laudo termográfico (termografia):  Técnico em Eletrônica e Técnico em Instrumentação
  • Limpeza de caixa d'água e análise de potabilidade: Técnico em Saneamento e Técnico em Química
  • Limpeza de caixas de gordura, dedetização e controle de pragas: Técnico em Química e Técnico em Agricultura
  • Paisagismo e jardinagem: Técnico Agrícola ou Técnico em Agricultura

Existe uma diversidade enorme de intervenções em que o síndico poderá solicitar o apoio e a assessoria técnica de um Técnico Industrial. Decoração de interiores, projetos, obras e uma infinidade de reformas frequentes no condomínio são algumas dessas atividades. Para a solução de problemas estruturais tais como rachaduras, fissuras, desnivelamento entre outros chame um técnico.

E as vantagens são interessantes! Os técnicos são proativos. Colocam verdadeiramente a mão na massa. São práticos, desenrolados, inventivos, criativos, éticos e principalmente, COBRAM MENOS QUE OS ENGENHEIROS. Ou seja, são a solução financeira que o síndico precisa em um momento de crise pelo qual estamos passando. As manutenções periódicas são obrigatórias e necessárias para a conservação e valorização do patrimônio. E cabe ao responsável legal do condomínio - SÍNDICO - contratar um técnico que o assessore no gerenciamento de facilidades (ou "facilities"), que seja qualificado e com registro no CREA. 

O síndico bem informado, contrata um TÉCNICO INDUSTRIAL, para emitir laudo técnico para o seu condomínio ou prédio residencial, fazer a supervisão técnica de serviços, executar projetos e obras.

O síndico bem informado reduz os custos de contratos de engenharia, geralmente caríssimos, e contrata empresas de engenharia nas quais os profissionais são técnicos de nível médio com registro no CREA.

O síndico bem informado elimina de vez o famoso "faz-tudo" do condomínio, causador de acidentes, prejuízos e enormes dores de cabeça, e contrata um TÉCNICO INDUSTRIAL com registro no CREA!

Técnicos Industriais de Nível Médio são profissionais pertencentes a uma classe trabalhadora diferenciada e geralmente filiados aos SINTEC's (Sindicatos dos Técnicos Industriais de Nível Médio) e representados pela Federação Nacional dos Técnicos Industriais - FENTEC. No Distrito Federal, temos o SINTEC-DF como entidade representativa e que defende os interesses dos técnicos registrados no CREA-DF.

* Emerson F. Tormann é formado em Eletrônica pela Escola Técnica Santo Inácio de Porto Alegre / RS e tem desenvolvido atividades nas áreas de elétrica, eletrônica e informática desde o final dos anos 80. O conjunto dessas prerrogativas, somado à competência no campo das telecomunicações, proporcionou ao profissional tornar-se um especialista em Tecnologia da Informação e Comunicação - TIC. Atualmente é Diretor Regional do SINTEC-DF. (Comprovação de registro profissional junto ao sistema CONFEA / CREA)


» Saiba mais: Mesmo que um engenheiro diga que não, TÉCNICOS INDUSTRIAIS podem emitir laudos, pareceres, fazer inspeção, vistoria, avaliação, projeto, perícia, monitoramento, auditoria, arbitragem, assistência, assessoria, consultoria, etc.

ACORDO COLETIVO RCS TECNOLOGIA LTDA 2016/2017

Publicado segunda-feira, 24 de outubro de 2016

segunda-feira, 24 de outubro de 2016




Clique aqui para visualizar o Acordo Coletivo SINTEC-DF e RCS TECNOLOGIA LTDA

CONVENÇÃO COLETIVA SINTEC-DF e SINAENCO-DF 2016/2018

Publicado quinta-feira, 13 de outubro de 2016

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Já está disponível para visualização a Convenção Coletiva de Trabalho firmada entre o SINTEC-DF  e SINAENCO-DF referente ao período de 2016/2018, com data base em 1º de maio.
O índice de reajuste acordado foi de 4.6% (quatro virgula seis por cento).




CCT SINTEC-DF E SINAENCO 2016/2018 Clique aqui para visualizar






ACORDO COLETIVO ATLÂNTICO ENGENHARIA 2016/2017

Publicado segunda-feira, 10 de outubro de 2016

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Acordo Coletivo empresa Atlantico Engenharia 2016/2017 Registrado.

ACORDO COLETIVO SGS GEOSOL 2016/2017

Publicado
Acordo Coletivo entre o SINTEC-DF e a empresa SGS GEOSOL 2016/2017



Acordo Coletivo GSS GEOSOL- Clique aqui para abrir
Não deixe de ver!