Responsive Ad Slot

Contato: (61) 98132-6718
sintecdf @ gmail . com
Últimas Notícias

Número de mulheres empreendedoras cresce 16% em dez anos

Publicado terça-feira, 8 de março de 2016

terça-feira, 8 de março de 2016

Elas representam 31% do total de empreendedores no Brasil. SENAI e SESI têm papel importante na formação técnica e desenvolvimento de inovação nas empresas



O Brasil possui mais de 7,3 milhões de mulheres empreendedoras. Isso representa 31,1% do total de 23,5 milhões de empreendedores que empregam no país, segundo dados de um estudo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), divulgado em 2015.

Entre 2003 e 2013, a quantidade de donas de negócios subiu 16% no país. A busca por qualificação técnica por parte da mulheres segue o mesmo caminho. Se, em 2005, elas eram responsáveis por 20% das matrículas em cursos técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em 2015, eram 33%. Áreas antes dominadas pelos homens contam com presença cada vez maior delas. As mulheres já são maioria em cursos dos setores de têxtil e vestuário, alimentos e bebidas e couro e calçados.

Leia o artigo completo no Portal da Indústria

8 de março - Dia Internacional da Mulher

Publicado
Júnia de Cássia Braga é um exemplo de mulher que optou por um curso técnico na área industrial

As mulheres são maioria nos cursos técnicos de nível médio. De acordo com dados do Censo da Educação Básica 2013 (o mais recente disponível), elas são 764.911 entre os 1.441.051 alunos dos cursos de formação profissional realizados em conjunto ou depois do ensino médio, o que representa 53,1% do total. De 2009 a 2013, houve aumento de 60% no número de matrículas entre mulheres. Nesse mesmo período, a expansão entre os homens foi de 50%. A análise, elaborada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), revela ainda que os aumentos mais expressivos foram registrados em cursos ligados à atividade industrial, que formam para profissões tipicamente ocupadas por homens.

“Esse aumento é reflexo da maior escolarização das mulheres que o Brasil vem registrando desde a última década. Em maior número no ensino médio, é natural que muitas delas tenham optado pelo ensino técnico como forma de se qualificar para o mercado de trabalho e construir uma carreira”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi.

E o SINTEC-DF quer saber quem são as mulheres que atuam no Distrito Federal. Deixe seu recado nos comentários logo abaixo e ajude a fortalecer nossa categoria.
Não deixe de ver!